Blog

AS ÚLTIMAS NOVIDADES E O MUNDO DOS NEGÓCIOS

1 de março de 2019
por Office Inn em Geral

A importância da inteligência emocional nos negócios

Cada um tem sua própria ideia do significado de sucesso. Para algumas startups, por exemplo, o sucesso pode estar ligado ao reconhecimento nacional ou internacional após permanecer independente por tanto tempo. Para os empreendedores, pode ser a satisfação de introduzir uma solução única para um problema de mercado ou apenas a sensação de criar uma equipe coerente e bem apoiada.

Embora a inteligência e o alto QI estejam enraizados na mentalidade da nossa sociedade como as chaves definitivas para o sucesso, para muitos objetivos pessoais e profissionais, a inteligência emocional é um ativo muito mais valioso. O post de hoje explica a razão disso. Confira:

A inteligência emocional ajuda a forjar relacionamentos fortes. Não importa em que indústria você esteja, nem sempre é sobre o que se sabe, mas sobre quem se conhece. Mesmo que uma determinada agência, por exemplo, tenha pouco tempo de atividade e poucos especialistas na equipe, ainda assim terá uma grande vantagem em relação a outras startups se tiver conexões sólidas com clientes, parceiros, mentores e outras pessoas que possam ajudar. Esses relacionamentos não são construídos sobre o QI, mas sobre hábitos emocionais e personalidade.

A inteligência emocional, bem sabidamente, afeta o bem-estar físico e mental. Quando estamos frustrados e estressados, o corpo se sente tenso e a mente fica obscurecida no julgamento. Isso significa que, quando dominamos nossas emoções, podemos assumir o controle de qualquer situação. Por isso, a inteligência emocional pode resolver disputas e conflitos. Por mais que tentemos manter os negócios profissionais, enquanto houver seres humanos envolvidos, sempre será uma provação emocional. O ego, a ganância, o ciúme e outras mentalidades perigosas podem, algumas vezes, assumir o controle. Confira algumas dicas para trabalhar a inteligência emocional e usá-la a favor dos negócios:

  • Estude suas próprias emoções. Se você quer melhorar a leitura das reações e sentimentos de outras pessoas, comece com as suas próprias. Muitas vezes, não estamos cientes dos nossos sentimentos até que eles desapareçam. Preste muita atenção às mudanças de humor e considere anotá-las.
  • Obtenha algum feedback externo. Como humanos, estamos limitados em nossa capacidade de autorreflexão, tornando difícil entender com precisão por que nos sentimos de uma determinada maneira quando passamos por algumas experiências. Considere pedir ajuda a familiares, amigos, mentores ou até conselhos profissionais sobre suas reações e estados emocionais.
  • Analise gatilhos e padrões. Com o tempo, você perceberá que certos tipos de personalidade tendem a seguir padrões emocionais, geralmente causados ​​por temas ou preocupações comuns. Ouça atentamente o que os outros dizem, como eles se comportam e em breve você poderá reconhecer preventivamente padrões semelhantes no comportamento de outras pessoas.
  • Pratique diariamente sua inteligência emocional através de leituras e TED Talks sobre o assunto. Ajude outras pessoas. A melhor maneira de colocar a inteligência emocional em prática é usar seu conhecimento para ajudar os outros. A empatia está no centro dessa questão e só pode ser verdadeiramente demonstrada quando se pode ajudar alguém sem receber algo em troca.

"Estamos muito satisfeitos com os diversos serviços que atendem as 19 pessoas de nossa equipe. O grande diferencial que vemos no Office Inn é o atendimento, são pessoas muito profissionais e extremamente atenciosas. Respostas rápidas e sem burocracia fazem com que nós nos preocupemos apenas com o negócio da empresa."

Ronei Pasquetto Gomes
INFORMAÇÃO RÁPIDA

Saiba tudo sobre

Espaços e serviços adaptados as suas necessidades

NÃO FIQUE PARADO, MONTE SEU COMBO
MONTAR MEU COMBO