Blog

AS ÚLTIMAS NOVIDADES E O MUNDO DOS NEGÓCIOS

20 de julho de 2018
por Office Inn em Escritórios compartilhados

Coworking e escritório compartilhado: você sabe a diferença?

Se você chegou até aqui buscando uma resposta exata para a pergunta feita no título desse post, esperamos não decepcioná-lo(a). A verdade é que não existe um consenso entre as possíveis diferenças entre um coworking e um escritório compartilhado – se é que elas existem.

O mercado abraçou a definição do coworking e praticamente não deixa dúvidas a respeito disso. Tratam-se de espaços feitos para receber empresas e profissionais interessados em um novo modelo de trabalho, que valoriza o convívio, a integração e o fomento de novos negócios a partir do networking. Porém, quando se fala em escritório compartilhado, para algumas pessoas a distinção entre os dois termos pode parecer confusa.

Há quem defenda que essa distinção realmente não existe, sendo escritório compartilhado nada menos do que a tradução não literal do termo coworking para o português. Esse é um caminho bastante aceitável, uma vez que, na prática, os dois termos guardam importantes características em comum. A saber:

Representam, mais do que um inovador modelo de trabalho, um novo estilo de vida; promovem o compartilhamento de um único espaço para o desenvolvimento de atividades profissionais diversas; suscitam o encontro entre profissionais, marcas e empresas, gerando assim novos negócios e parcerias; surgem e se fortalecem a cada dia como uma alternativa mais moderna, mais barata e mais próspera do que os escritórios tradicionais.

Pensando mais detalhadamente, pode haver um ponto capaz de diferenciar os dois termos, ainda que seja mais uma suposição do que algo de fato definido. Diz respeito à configuração espacial dos ambientes e sua divisão entre salas e estações de trabalho. Em um coworking, por exemplo, tradicionalmente se tem a ideia de espaços mais amplos com diversas mesas e estações de trabalho, mescladas a algumas áreas de descanso. Com mesas dispostas lado a lado e pouca ou nenhuma divisão por paredes, o que se tem são grandes espaços onde tudo acontece ao mesmo tempo.

Nos escritórios compartilhados, a divisão parece ser mais marcante. Além das estações de trabalho, se fala também em salas privativas. Dentro de uma empresa de escritórios compartilhados, elas se destacam por oferecer mais privacidade para profissionais e empresas que não veem mais vantagem em ter suas próprias sedes, mas não se sentem totalmente abertos à ideia do coworking de fato. É como se deparar com um coworking ao abrir a porta, mas se encontrar em um universo particular de trabalho ao fechá-la.

Essa talvez seja a característica que mais ajuda a traçar uma eventual diferença entre um coworking e um escritório compartilhado. Outro ponto que pode ajudar a desenhar melhor esse cenário pode ser o tamanho de um escritório compartilhado. Podemos dizer que eles não são tão grandes quanto um coworking, nem tão compactos quanto uma sala privativa.

Apesar disso tudo, para nós, o simples compartilhamento de um mesmo ambiente por profissionais já é o suficiente para designar um coworking. Essa é a essência. O que pode mudar para o usuário, enfim, é tão somente o estilo de cada um. 🙂

"Estamos muito satisfeitos com os diversos serviços que atendem as 19 pessoas de nossa equipe. O grande diferencial que vemos no Office Inn é o atendimento, são pessoas muito profissionais e extremamente atenciosas. Respostas rápidas e sem burocracia fazem com que nós nos preocupemos apenas com o negócio da empresa."

Ronei Pasquetto Gomes
INFORMAÇÃO RÁPIDA

Saiba tudo sobre

Espaços e serviços adaptados as suas necessidades

NÃO FIQUE PARADO, MONTE SEU COMBO
MONTAR MEU COMBO