Blog

AS ÚLTIMAS NOVIDADES E O MUNDO DOS NEGÓCIOS

21 de setembro de 2017
por Office Inn em Negócios

Coworking pode auxiliar em meio à crise. Entenda como

Vários setores foram afetados pela recessão econômica, que obrigou empresas a cortar custos para sobreviver em meio à crise. Uma das estratégias mais infalíveis, ao menos para negócios com maior capacidade adaptativa, é a migração para espaços de coworking, escritórios compartilhados e escritórios privativos. Afinal, o cenário pede inovação para driblar o momento.

A arquitetura desses espaços explica o sucesso que fazem. Tendência no mundo inteiro, os ambientes compartilhados exercem grande impacto na manutenção do negócio. Logo na ponta do lápis, os custos são substancialmente menores em comparação a um escritório convencional, uma vez que despesas como água, luz, telefone, internet, só para citar as mais comuns, não fazem parte da realidade de quem opta por conduzir seus negócios nesses espaços. Consulte o comparativo que fizemos com essas e outras taxas aqui.

Falar de custos é, porém, o item mais básico. Afinal, muitas empresas e profissionais autônomos acabam apostando nesse modelo justamente para “fugir” das contas responsáveis por engrossar muito o orçamento. Outro ponto fundamental é o espírito colaborativo que ronda esses ambientes, uma vez que profissionais de várias áreas se encontram para trabalhar juntos.

Isso permite que equipes troquem experiências e contatos, tornando o local de trabalho mais moderno e eficiente. Essa troca, aliás, praticamente encabeça o ranking de motivos pelos quais a busca pelos coworkings cresceu tanto nos últimos anos. E ela é um caminho real para eventuais soluções que o negócio necessite para sobreviver à crise. Áreas como Tecnologia da Informação, por exemplo, comprovadamente se beneficiam desses encontros entre pessoas com diferentes expertises.

Para quem quer iniciar um novo negócio em situação de crise, os coworkings também se revelam um ótimo impulso para criar, justamente porque o aporte em estrutura que uma nova atividade demanda já fica reduzido, praticamente, pela metade. A partida em novo negócio costuma gerar desconfianças naturais, então os escritórios compartilhados representam a saída da empresa do caráter “experimental” para a realidade de fato. A própria rotina implica em um crescimento gradativo responsável por impulsionar, aos poucos, o empreendimento, levando até mesmo à contratação de outros serviços de apoio dentro do próprio escritório.

Em resumo, é possível, sim, “aproveitar” a crise. Esses momentos, apesar de assustadores, são ideais para aprender a economizar e melhorar a saúde das empresas. E lembre-se: investigar os custos operacionais e tentar eliminar ao máximo (se possível) aqueles que parecem normais, especialmente os que dizem respeito à infraestrutura, é essencial para minimizar os impactos da crise. Conte conosco! 😉

"Estamos muito satisfeitos com os diversos serviços que atendem as 19 pessoas de nossa equipe. O grande diferencial que vemos no Office Inn é o atendimento, são pessoas muito profissionais e extremamente atenciosas. Respostas rápidas e sem burocracia fazem com que nós nos preocupemos apenas com o negócio da empresa."

Ronei Pasquetto Gomes
INFORMAÇÃO RÁPIDA

Saiba tudo sobre

Espaços e serviços adaptados as suas necessidades

NÃO FIQUE PARADO, MONTE SEU COMBO
MONTAR MEU COMBO